O Presidente turco, Recep Tayyip Erdrogan, anunciou esta quarta-feira o início de uma ofensiva militar contra a milícia curda das Unidades de Proteção Popular no norte da Síria. 

De acordo com Erdrogan, a ofensiva – que chamará “Operação Paz da Primavera” terá como objetivo eliminar o “corredor de terror” a sul da fronteira turca.

“A nossa missão é prevenir a criação de um corredor de terror pela fronteira a sul, e trazer paz à região”, afirmou o presidente turco no Twitter. “Vamos preservar a integridade territorial da Síria e libertar as comunidades locais de terroristas”.

De acordo com uma fonte do Ministério de Defesa turco à Reuters, foram lançados ataques aéreos que serão apoiados por artilharia e canhões. Várias explosões foram ouvidas na cidade síria de Ras al Ain, na fronteira com a cidade turca de Ceylanpinar, indicou um repórter da CNN no local.

O embaixador norte-americano em Ancara foi, entretanto, convocado pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Turquia esta quarta-feira para ser informado das ofensivas do país em território sírio.

timing da operação militar ordenada por Erdogan está relacionado com a decisão dos Estados Unidos em retirarem o seu contingente militar de várias zonas deste país, para abrir espaço de manobra para o plano de Ancara.

Como justificação, o presidente dos EUA, Donald Trump, indicou que “Turquia, Europa, Síria, Irão, Iraque, Rússia e curdos” teriam agora de “resolver a situação”. *Jornal CM (Portugal)

Anúncios