Cerca de 180.000 pessoas foram convocadas para evacuar por causa do incêndio “Kincade Fire”, ao norte de San Francisco, e todo o estado da Califórnia foi colocado no domingo (27) sob emergência por seu governador, enquanto o incêndio continuava sua progressão.

Segundo a Agência de Bombeiros da Califórnia, Cal Fire, o desastre, que começou na noite de quarta-feira, já queimou mais de 12.000 hectares e foi realizado na noite de domingo apenas 10%.

“Esta é a maior evacuação de memória do xerife do condado de Sonoma”, que abrange toda a zona de evacuação, twittou o escritório do xerife.

Pelo menos dois hospitais – o Hospital Kaiser Permanente e o Hospital Regional Sutter Santa Rosa – evacuaram seus pacientes durante o fim de semana para outras instalações.

Centenas de policiais foram mobilizados para evitar saques de propriedades abandonadas.

No domingo, o escritório do xerife anunciou a ordem de evacuar várias áreas imediatamente ao norte de Santa Rosa, uma cidade que tem cerca de 180.000 habitantes. A polícia da cidade ordenou a evacuação da metade norte da comuna.

No meio do dia, o governador da Califórnia, Gavin Newsom, declarou estado de emergência por causa dos “efeitos” de ventos sem precedentes na área do incêndio. “Estamos implementando todos os recursos disponíveis”, afirmou ele em comunicado.

“Mais de 3.000 pessoas estão trabalhando no incêndio enquanto falamos, para garantir que a evacuação esteja indo bem e que as pessoas estejam levando a sério”, disse Gavin Newsom.

Vários abrigos de emergência estavam cheios, informou o canal de notícias ABC7 local, e Santa Rosa teve que fechar um deles, o Finley Community Center, que estava na área a ser evacuada. *Com informações da AFP

 

Anúncios