O tenista suíço Roger Federer, número 3 do ranking mundial aos 38 anos, anunciou nesta segunda-feira que não jogará o Masters 1000 de Paris no intuito de se poupar fisicamente.

“Estou muito decepcionado por ter que desistir do Rolex Paris Masters. Preciso me dosar, porque quero jogar o máximo de tempo possível no circuito ATP. Sinto muito pelos meus fãs franceses, que verei no ano que vem em Roland Garros”, declarou Federer no dia seguinte à conquista de seu 10º título do torneio da Basileia.

“Evidentemente estou decepcionado por esta ausência, mas principalmente pelo público”, lamentou o diretor do torneio, Guy Forget. “Apesar de tudo, esta edição de 2019 se anuncia apaixonante, com muitas coisas em jogo, especialmente a última vaga no ATP Finals de Londres e o número 1 do mundo ao fim do ano”.

Federer será substituído por um ‘lucky loser’ na chave principal do último Masters 1000 do ano, explicou a organização do torneio parisiense. *AFP

Anúncios