A STELIA Aerospace, empresa do grupo Airbus, escolheu Santo Tirso para instalar uma nova linha de montagem de fabrico de peças para aviões, no distrito do Porto, que criará 240 empregos, 30 dos quais altamente qualificados,.

Em declarações à Euronews, o ministro português da Economia sublinhou que se trata de um investimento que pode significar o início de uma nova fase para o setor aeronáutico português.

As estruturas aeronáuticas desenvolvidas em Santo Tirso serão exportadas e integradas nas unidades francesas de Méaulte e Rochefort.

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) adianta que a atividade começará no final deste ano e aumentará progressivamente para atingir a velocidade cruzeiro até 2023, informa o portal português SAPO.

Sobre a escolha de Portugal para receber o novo polo de produção, a STELIA Aerospace destacou a relevante experiência no setor aeronáutico, a disponibilidade de talento, a integração na Zona Euro e a proximidade geográfica com as unidades francesas da empresa.

 

Anúncios