O presidente eleito da Guatemala, Alejandro Giammattei, confirmou na segunda-feira (04) que expulsará os diplomatas da Venezuela, nomeados por Nicolás Maduro, quando assumir o cargo de presidente em 14 de janeiro, seguindo os passos de seu colega salvadorenho, Nayib Bukele.

O político explicou à imprensa que, ao assumir o cargo de presidente, ele romperá os laços com o gabinete de Maduro e expulsará seu corpo diplomático se o atual presidente, Jimmy Morales, “não o tiver feito antes”.

“Vamos fazer isso em 14 de janeiro. Vamos romper totalmente as relações com a Venezuela de Maduro ”, disse Giammattei, quando questionado sobre a discussão entre El Salvador e o país sul-americano.

Ele reiterou que seu governo reconhecerá Juan Guaidó como presidente encarregado da Venezuela, como o governo Jimmy Morales já reconhece .

“É a coisa certa”, disse ele. *Venepress

Anúncios