O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se manifestou oficialmente pela primeira vez após a soltura do ex-presidente Lula (PT). Em sua conta no Twitter, Bolsonaro pediu, na manhã deste sábado, para seus aliados e eleitores não perderem o norte.

“Amantes da liberdade e do bem, somos a maioria. Não podemos cometer erros. Sem um norte e um comando, mesmo a melhor tropa, se torna num bando que atira para todos os lados, inclusive nos amigos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa”, disse.

Nos dois tuítes, Bolsonaro não cita nenhum nome e não faz qualquer menção direta a adversários políticos que ganharam liberdade após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de derrubar a prisão após a condenação em segunda instância.