Neste domingo, o México ofereceu asilo político a Evo Morales após sua renúncia à presidência da Bolívia e depois que a embaixada mexicana em La Paz recebeu autoridades e legisladores bolivianos, informou o ministro das Relações Exteriores do México, Marcelo Ebrard.

“O México, de acordo com sua tradição de asilo e não intervenção, recebeu 20 personalidades do Executivo e do Legislativo da Bolívia na residência oficial em La Paz, então também ofereceríamos asilo a Evo Morales”, escreveu Ebrard em seu relato de Twitter.

O presidente Andrés Manuel López Obrador elogiou Morales no Twitter por ter renunciado para apaziguar a situação agitada na Bolívia, abalada por manifestações da oposição, por um tumulto policial e pela convocação dos militares para renunciar.

“Reconhecemos a atitude responsável do presidente da Bolívia , Evo Morales, que preferiu deixar de expor seu povo à violência”, escreveu López Obrador. *Com informações do jornal Clarin