Oito pessoas morreram e mais de dois milhões de pessoas passaram a noite amontoadas em abrigos contra tempestades, quando o ciclone Bulbul atingiu as costas da Índia e Bangladesh com fortes tempestades e chuvas torrenciais, disseram autoridades neste domingo (10|).

O ciclone atingiu ventos de até 120 quilômetros por hora quando atingiu o final de sábado, fechando portos e aeroportos nos dois países.

Cerca de 2,1 milhões de pessoas em Bangladesh foram realocadas para abrigos de ciclones.

As tropas foram enviadas para os distritos costeiros, enquanto dezenas de milhares de voluntários foram de porta em porta e usaram alto-falantes para incentivar as pessoas a evacuar suas aldeias.

“A tempestade deixou um rastro de destruição ao atravessar a costa de Bengala Ocidental”, disse o ministro do Desenvolvimento Urbano do estado, Firhad Hakim.

Embora a frequência e a intensidade das tempestades tenham aumentado, em parte devido às mudanças climáticas, o número de mortos diminuiu devido às evacuações mais rápidas e à construção de milhares de abrigos costeiros.

O ciclone Fani foi a tempestade mais poderosa que atingiu a área nos últimos anos, quando ocorreu em maio, matando 12 pessoas. *France 24