A cúpula das Forças Armadas e da Polícia da Bolívia se reuniu na terça-feira (12) com a presidente interina do país, Jeanine Añez , para transferir seu apoio após a sua nomeação e apresentar suas acusações, conforme o jornal local Página Siete .

Segundo o jornal local, os altos comandantes militares, liderados pelo general William Kalimán, como chefe do Estado Maior de Defesa, “compareceram” diante da presidente do país, que reconheceram como chefe de estado.

FFAA e Polícia Boliviana estão diante do novo PresidenteO comandante geral da polícia boliviana, Yuri Calderón, também foi acompanhado pelos membros de sua equipe geral para se encontrar com a presidente. Após a reunião, Calderón disse à rede de televisão americana CNN que a reunião havia servido para tratar de “questões de coordenação”.

Após reuniões com o alto comando das Forças Armadas e da Polícia, a presidente interina da Bolívia agradeceu a Kaliman e Calderón por coordenarem o trabalho para impedir os saques e ataques ocorridos nos últimos dias por militantes. de grupos do partido de Evo Morales, o Movimento ao Socialismo (MAS).

“Na primeira hora, vamos tomar uma decisão sobre as Forças Armadas. Certamente também definiremos um ministro do governo, economia e todo o gabinete, é claro ”, afirmou a presidente da Bolívia, em entrevista à CNN. *Com informações do site Infobae