O clamor pelo impeachment do ministro STF é a pauta única de protestos convocados por movimentos alinhados à direita para domingo (17).

Após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em ser contra a prisão após segunda instância, uma forte mobilização tomou conta das redes sociais pelo impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes.

Convocatória para atos pelo impeachment de Gilmar viraliza nas redes sociais 19

Os grupos Movimento Conservador, Movimento Brasil Conservador, Movimento Avança Brasil, São Paulo Conservador e Nas Ruas organizam uma manifestação para pedir o impeachment do ministro Gilmar Mendes, pressionando para que o presidente do Senado, David Alcolumbre (DEM), dê andamento ao processo.

Gilmar é alvo dos manifestantes por fazer críticas à Lava-Jato e utilizar matérias do site The Intercept Brasil para justificar seus votos. Segundo eles, isso seria antiético porque as reportagens foram feitas a partir de “mensagens roubadas” por hackers de celulares de integrantes da força-tarefa.

O jurista Modesto Carvalhosa já elaborou um pedido de afastamento do ministro, que agora se encontra na mesa do senador David Alcolumbre. Além de Modesto, o líder do movimento Brasil Conservador, Mauricio Costa, usou sua conta do Twitter para afirmar que já está em Brasília para fazer lobby para a derrubada do ministro.