Um homem foi abatido pela polícia depois de alegadamente ter atacado várias pessoas na Ponte de Londres e no Mercado de Bourough, nas imediações.

Pelo menos duas pessoas morreram, de acordo com a BBC, e várias outras ficaram feridas, algumas em estado considerado grave.

Neil Basu, comissário assistente da Scotland Yard, confirmou tratar-se de um ataque terrorista.

“Como esperávamos, pela natureza do incidente, nós respondemos como um ataque terrorista. Estou agora em posição de confirmar que foi declarado como um incidente terrorista. Posso confirmar que, acreditamos que o engenho que estava agarrado ao corpo do suspeito era um engenho explosivo falso”, declarou.

As reações surgiram de todos os quadrantes políticos, incluindo do presidente da Câmara de Londres, Sadiq Khan.

“Os membros do público não se aperceberam na altura de que se tratava de um engenho falso e isso demonstra de fato a bravura e heroísmo de todos os londrinos comuns, que correram em direção ao perigo, a arriscar a sua própria segurança pessoal para tentar salvar outras pessoas. Quero por isso dizer-lhe obrigado em nome de todos os londrinos, porque também demonstra o melhor que há em nós”, disse.

A polícia vai tentar apurar até que ponto este foi um ato isolado, um lobo solitário, ou se existiram cúmplices.

Há um mês o ministério do Interior decidiu baixar o nível de alerta de “severo” para “substancial”. *Euronews