O presidente russo, Vladimir Putin, assinou nesta terça-feira (3) uma lei que permite ao governo designar blogueiros, jornalistas e usuários de mídia social como agentes estrangeiros.

Uma lei anterior em 2012 deu às autoridades o poder de considerar organizações não-governamentais e grupos de direitos humanos como agentes estrangeiros.

Outra lei existente sobre mídia com financiamento externo foi emitida em 2017 em resposta à decisão do Departamento de Justiça dos Estados Unidos como agente estrangeiro no canal TV RT, que recebe financiamento do estado russo.

A expansão da definição de um agente estrangeiro para incluir indivíduos agora suscita novas preocupações sobre a capacidade de jornalistas e blogueiros independentes operarem no país, diz a Reuters .

A nova lei pode ser aplicada a qualquer pessoa que distribua conteúdo produzido pela mídia registrada como agentes estrangeiros e receba pagamentos do exterior.

Indivíduos declarados agentes estrangeiros estarão sujeitos a escrutínio adicional do governo.

A decisão foi fortemente criticada na Rússia por restringir ainda mais a liberdade de expressão no país e permitir que as autoridades busquem divergências. *Voz da América