O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, disse na sexta-feira (3) em um programa de televisão que os aliados europeus de Washington não foram ” tão úteis ” quanto ele esperava no caso da morte do general iraniano Qassem Soleimani no Iraque.

Pompeo chamou seus parceiros em todo o mundo para informá-los do ataque, que foi apoiado pelos republicanos do presidente Donald Trump e seu aliado Israel, embora no resto do mundo ele tenha sido recebido com enorme preocupação, pois isso poderia agravar as tensões que vive a região.

Passei o último dia e meio, os últimos dois dias, conversando com os parceiros da região, informando-os do que estamos fazendo, por que estamos fazendo isso, buscando sua ajuda. Eles foram fantásticos ”, disse Pompeo em entrevista à Fox News .

“E quando conversamos com nossos parceiros em outros lugares, não foi tão bom. Francamente, os europeus não foram tão úteis quanto gostaríamos ”, afirmou

Autoridades americanas disseram que Soleimani, que estava na lista negra dos EUA, morreu quando um drone atingiu o veículo que viajava perto do Aeroporto Internacional de Bagdá.

Após a operação, o chefe da diplomacia européia, Josep Borrell, pediu a todos os atores envolvidos que “mostrassem sinais de moderação máxima e demonstrassem responsabilidade neste momento crucial”.

Os britânicos, franceses e alemães precisam entender o que fizemos; o que os americanos fizeram também salva vidas na Europa, afirmou Pompeo.

“Foi uma coisa boa para todos, e pedimos que todos apoiem o que os Estados Unidos estão tentando fazer, para que a República Islâmica do Irã se comporte como uma nação normal”, acrescentou.

Pompeo havia dito antes que Soleimani estava planejando uma ação iminente que ameaçava os cidadãos americanos quando ele morreu em um ataque.

A sociedade xiita no Iraque iniciou funerais no sábado pelo general iraniano Qassem Soleimaini e pelo vice-chefe das Forças de Mobilização Popular do Iraque, Abu Mahdi al Muhandis, que morreu na sexta-feira em uma operação americana, com uma procissão pela capital, Bagdá. , que continuará com a transferência dos corpos para as cidades de Kerbala e Najaf, sagradas para este ramo do Islã.

O corpo de Soleimani será repatriado para o Irã, onde, no domingo, uma nova cerimônia será realizada em outro local sagrado, o mausoléu de Imam Reza, onde seus restos mortais descansarão por um dia inteiro antes da despedida final em Teerã, na próxima segunda-feira. Na terça-feira, o corpo de Soleimaini será enterrado em sua província natal, Kerman. *Com informações do site Infobae