Neste sábado (11) a polícia iraniana dispersou protestos contra o regime liderado pelo aiatolá Ali Khamenei cantando slogans “radicais” e homenageando as 176 pessoas mortas quando um avião ucraniano foi abatido.

Os protestos ocorrem depois de o regime de Teerã admitir ter derrubado por engano o avião da Ukrania International Airlines que decolou do aeroporto da capital iraniana na quarta-feira, 8, rumo a Kiev, na Ucrânia, e caiu dois minutos depois, deixando 176 mortos.

Os manifestantes cantaram slogans denunciando e exigindo a renúncia dos responsáveis ​​por derrubar o avião e supostamente encobrir a ação acidental.
Alguns pediram a queda do regime islâmico do país. *Com agências  internacionais