Tudo a postos para o lançamento do primeiro satélite europeu a entrar na órbita de Mercúrio e a explorar a ligação entre o Sol e a Terra.

A Solar Orbiter (SolO) foi criada para fotografar e filmar o Sol de ‘perto’ e ajudar os cientistas a proteger melhor o planeta dos desafios do clima espacial.

Ainda não sabemos muito sobre como o Sol realmente funciona e com os instrumentos do Solar Orbiter podemos saber muito,  observa Mike Healy da Agência Espacial Europeia.

A sonda foi concebida no final dos anos 90 mas no processo de construção surgiram vários obstáculos. Um dos principais foi encontrar a uma tecnologia para garantir que os equipamentos funcionam com temperaturas muito altas.

A Solo vai viajar quarenta e dois milhões de quilômetros e, a essa distância, vai estar exposta a temperaturas de cerca de 600 graus

Depois de vários atrasos, a missão conjunta da Nasa e da Estação Espacial Europeia deverá ser lançada do Cabo Canaveral, na Florida, no próximo domingo.

*Com informações da Euronews