Depois de uma noite inteira pontuada por fortes incêndios e imagens de uma multidão fugindo do shopping, as tropas de elite abateram o atacante, no início da manhã, que manteve o país em suspense.

Pessoas deixam shopping correndo na Tailândia — Foto: Sakchai Lalitkanjanakul/APPessoas deixam shopping correndo na Tailândia — Foto: Sakchai Lalitkanjanakul/AP

Pelo menos 63 pessoas ficaram feridas no tiroteio que deixou 26 mortos, incluindo civis – o mais jovem com 13 anos – e agentes da lei, disse o primeiro-ministro tailandês Prayut Chan-O-Cha, em um boletim.

O atirador foi identificado como Jakrapanth Thomma, um soldado de 32 anos, que iniciou um tiroteio em massa na cidade de Nakhon Ratchasima (Korat) entre uma base militar, um templo budista e um shopping, onde chegou a manter reféns.​

Segundo as informações, todas as 63 pessoas feridas pelo atirador foram levadas para hospitais da cidade e, em sua maioria, já liberadas. *Com agências internacionais