O número de mortos pela epidemia de coronavírus na China subiu para 1.483 nesta sexta-feira, mas o número de novas infecções na província de Hubei, atingida com força, caiu depois que uma mudança nas definições de casos teve um aumento maciço no dia anterior.
A comissão de saúde da província central registrou mais 116 mortes e 4.823 novos casos, a maioria envolvendo pacientes com “diagnóstico clínico”.

A província, epicentro do surto, teve mais 242 mortes e mais de 14.800 novos casos na quinta-feira.

Mais de 64.600 pessoas já foram infectadas no país.

As autoridades de saúde de Hubei disseram que começaram a contar casos diagnosticados clinicamente para garantir que os pacientes sejam tratados o mais cedo possível, em vez de ter que esperar por exames laboratoriais para confirmar que têm a doença COVID-19.

Mas a mudança suscitou preocupações de que a crise possa ser mais grave do que as autoridades chinesas relataram. *Com informações da France24