O Ministério da Saúde do Japão declarou que das pessoas a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, que foram confirmadas com infecção do novo coronavírus, oito se encontram em condições graves. A embarcação está em quarentena no porto de Yokohama, nas proximidades de Tóquio.

Segundo o ministério, duas outras pessoas também se encontram em condições sérias. Em uma delas, não havia sido confirmada a infecção, enquanto a outra está esperando o resultado do teste de vírus.

O órgão disse que, até quinta-feira, 713 pessoas a bordo do navio tinham sido submetidas a testes de vírus, e destas, 218 apresentaram resultados positivos.

Das pessoas em que foi confirmada a infecção, 110 são de nacionalidade japonesa. As outras são procedentes de 18 países e territórios, incluindo os Estados Unidos e a Austrália.

As pessoas confirmadas com a infecção foram levadas a instituições médicas ou estão em processo de receberem o mesmo procedimento.

O ministério está pedindo para os cerca de 3.400 passageiros e tripulantes a estarem a bordo da embarcação até quarta-feira.

O ministério permitirá que algumas pessoas com 80 anos ou mais de idade, que tenham problemas de saúde crônicos ou outros motivos, a desembarcarem a partir de sexta-feira, caso desejem e se seus testes de vírus apresentarem resultados negativos. As pessoas serão transferidas a instalações designadas pelo governo após deixarem o navio. *NHK