Portugal investiga acusações da Venezuela contra TAP por Guaidó

O governo português anunciou nesta sexta-feira (14) a abertura de uma investigação, depois que a Venezuela acusou a empresa portuguesa TAP de permitir que um familiar do opositor Juan Guaidó carregasse explosivos a bordo de um avião.

“Dadas as declarações das autoridades venezuelanas sobre uma violação de segurança em um voo de Lisboa”, o ministro português do Interior abriu uma investigação “para determinar o que aconteceu”, afirmou o Ministério em um comunicado.

Juan Márquez, tio de Juan Guaidó, que viajava na companhia de seu sobrinho de volta dos EUA e da Europa, foi preso na chegada à Venezuela por portar explosivos ocultos em vários objetos, conforme relatado pelo líder chavista Diosdado Cabello.

Em seu programa na televisão estatal, Cabello, presidente da Assembleia Constituinte oficial que governa a Venezuela como suprapoder, assegurou que Márquez “trazia lanternas táticas” escondidas “no compartimento das baterias, com substâncias químicas de natureza explosiva, supostamente explosivo sintético C4”.

Cabello acusou a TAP de violar “padrões internacionais” por “permitir que eles tragam explosivos” e ocultar a identidade de Guaidó na lista de passageiros.

Durante uma viagem à Índia, o ministro das Relações Exteriores de Portugal, Augusto Santos Silva, afirmou que as acusações feitas pela Venezuela “não fazem sentido” e disse esperar que “este pequeno incidente seja rapidamente resolvido”. *AFP

Categorias:Américas, Europa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.