Uma equipe de pesquisadores chineses e alemães descobriu os fósseis mais antigos do mundo, os Rossellids, avançando a história de fósseis semelhantes de esponjas em mais de 300 milhões de anos.

O grupo de fósseis de esponja de 440 milhões de anos foi descoberto na Província de Anhui, leste da China, por Li Lixia, do Instituto de Geologia e Paleontologia de Nanjing, subordinado à Academia Chinesa de Ciências, e seus colegas da China e da Alemanha.

Os fósseis são datados do período Ordoviciano superior. A esponja mostra uma forma sacular, globular ou oval com uma parede relativamente espessa.

A descoberta oferece algumas ideias preliminares sobre a afinidade entre as novas espécies e outras taxa. Ela representa o recorde mais antigo, fornecendo novas informações para entender a filogenia de esponjas e a evolução da Hexactinellida moderna, disse Li no artigo publicado na mais recente edição do German Journal of Paleontology (Paleontologische Zeitschrift). *Xinhua

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.