O presidente da ilegítima Assembléia Nacional Constituinte (ANC), Diosdado Cabello, culpou a oposição por gerar o incêndio no último sábado nos galpões do Conselho Nacional Eleitoral (CNE) , localizado em Mariche .

“Não há como o ataque terrorista contra instalações e depósitos da CNE impedir que este ano 2020 tenha eleições na Venezuela”, disse Cabello.

Por sua vez, Cabello anunciou duas marchas – paralelas à chamada de Juan Guaidó – para esta terça-feira: uma caminhada da Plaza Morelos até o Palácio Legislativo Federal e a outra, uma caravana que estará na sede da Cantv e da Plaza Venezuela. *Venepress