“Finalmente, temos um acordo”, disse Mitch McConnell, líder da maioria no Senado, citando o enorme “nível de investimento em tempo de guerra em nossa nação”.

O Senado e a Câmara dos Deputados ainda precisam aprovar a legislação antes de enviá-la ao presidente Donald Trump para sua assinatura.

McConnell disse que o Senado votará a medida nesta quarta-feira.

O acordo tem como objetivo apoiar a economia instável, dando cerca de US $ 2 trilhões a unidades de saúde, empresas e americanos comuns que sofrem com a tensão da pandemia de coronavírus.

A medida colocará dinheiro diretamente nas mãos dos americanos afetados pela crise, concede doações a pequenas empresas e centenas de bilhões de dólares em empréstimos para grandes empresas, incluindo companhias aéreas, e expande os benefícios de desemprego.

Também injetará cerca de US $ 130 bilhões no que Schumer chama de “um plano Marshall para hospitais” e infra-estrutura de saúde, referindo-se ao enorme programa de ajuda americana para reconstruir a Europa após a Segunda Guerra Mundial. *i24News