O governo dos Estados Unidos anunciou nesta quinta-feira que está oferecendo US$ 15 milhões (R$ 76 milhões) como recompensa por informações que levem à captura do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, e que estipulou valores também para a prisão de outros integrantes do alto escalão chavista.

Por Diosdado Cabello, presidente da Assembleia Nacional Constituinte – o Parlamento oficial do país sul-americano – e braço direito do mandatário venezuelano, o valor é de US$ 10 milhões (R$ 50,7 milhões).

Os Estados Unidos anunciarão nesta quinta-feira acusações formais contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, por envolvimento com o narcotráfico, segundo o senador republicano Marco Rubio.

“Será  indiciado pelo Departamento de Justiça, acusado de narcoterrorismo”, disse o parlamentar, que tem grande influência junto ao governo do presidente Donald Trump, para assuntos sobre a América Latina. *EFE