Decisão de grandes marcas de deixar de pagar aluguéis causa indignação na Alemanha

Empresas como Adidas e H&M causaram indignação entre a população alemã neste domingo, por sua decisão de deixar de pagar o aluguel de lojas que ocupam, após um decreto do governo de fechamento do comércio não essencial para conter o novo coronavírus.

O ministro das Finanças, Olaf Scholz, pediu às empresas que não tomem decisões drásticas que possam prejudicar os proprietários dos locais. “É muito desagradável que grandes empresas simplesmente decidam deixar de pagar os aluguéis”, disse Scholz ao jornal “Bild”, pedindo às marcas que entrem em contato com os proprietários para negociar uma solução. “É o momento de trabalharmos juntos.”

A decisão foi tomada depois que o governo alemão anunciou um grande pacote de resgate para proteger empresas e trabalhadores do impacto da pandemia. Entre as medidas está a proibição de expulsar inquilinos em caso de dificuldade financeira devido às medidas para frear o avanço do novo coronavírus.

A ministra da Justiça, Christine Lambrecht, pediu aos donos de empresas que não se aproveitem da medida. “É indecente e inaceitável que grandes empresas decidam deixar de pagar os aluguéis”, criticou ontem, em Berlim.

A empresa alemã de roupas esportivas Adidas, que, em 2019, teve um lucro líquido de 2 bilhões de euros, foi duramente afetada pela queda das vendas na China e o fechamento de lojas. A empresa, uma das marcas alemãs mais conhecidas, informou à agência DPA que está “suspendendo temporariamente o pagamento dos aluguéis, como muitas outras empresas”.

O ministro dos Transportes, Andreas Scheuer, manifestou sua decepção com a marca, e lembrou que muitos pequenos proprietários terão dificuldades com decisões como esta.

O presidente da marca, Kasper Rorsted, afirmou ao jornal “Frankfurter Allgemeine” que a maioria dos proprietários são “grandes imobiliárias e seguradoras”, que teriam compreendido a decisão de congelar o pagamento do aluguel. Rorsted assinalou que continuará pagando os pequenos proprietários.

A gigante sueca da moda H&M também anunciou que deixará de pagar o aluguel de suas cerca de 460 lojas fechadas na Alemanha, e que espera encontrar “uma solução mutuamente aceitável” em breve.

Veículos alemães informaram que outras redes de lojas presentes na internet, como Saturn, MediaMarkt e Puma, planejam deixar de pagar seus aluguéis. *AFP

Categorias:Economia, Europa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.