Fundador do Facebook quer que UE lidere regulação de novas tecnologias em vez da China

O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, pediu nesta segunda-feira à União Europeia (UE) que tome a iniciativa na criação de um padrão global sobre a regulação das novas tecnologias, ante o risco de que os países adotem o modelo chinês.

“Neste momento, muitos países estão olhando para a China e pensando: “Parece que esse modelo talvez possa funcionar, talvez dê ao nosso governo mais controle”, comentou Zuckerberg em videoconferência com o comissário europeu Thierry Breton. “Só acho que isso é muito perigoso e me preocupa que esse tipo de modelo possa se estender a outros países”, assinalou o fundador da rede social.

Siga Avante Mundo no Facebook e Twitter

“O melhor antídoto seria ter um marco normativo claro que provenha dos países democráticos ocidentais e se converta na regra em todo o mundo”, concluiu Zuckerberg, destacando a liderança normativa da Europa com o Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGDP), colocado em prática pela UE em 2018 e visto como um modelo em outros países, prevendo direitos reforçados para os internautas, como o seu consentimento explícito para o uso por empresas de seus dados pessoais coletados na UE.