Acordo para salvar grupo alemão Lufthansa

O governo alemão está muito próximo de um acordo para salvar a Lufthansa, anunciou a chanceler Angela Merkel na quarta-feira.

Siga Avante Mundo no Facebook e Twitter

“Esperamos uma decisão em breve, mas não posso dar detalhes sobre as discussões em andamento”, disse Merkel em entrevista coletiva em Berlim sobre o plano, o que pode levar a uma nacionalização parcial da empresa.

Segundo o semanário alemão Der Spiegel e a rede n-tv, os partidos da coalizão governamental da chanceler chegaram a um acordo sobre o conteúdo do plano de resgate da empresa, que ainda deve aprová-lo.

De acordo com as linhas gerais do acordo, o Estado alemão deve nacionalizar parcialmente o grupo, vítima da grave crise no transporte aéreo devido à pandemia de coronavírus.

O Estado alemão terá uma minoria de bloqueio de 25% do capital mais uma ação e fornecerá liquidez imediata, dentro de um plano global de cerca de 9 bilhões de euros, segundo a mídia.

O plano tem sido intensamente discutido há semanas, inclusive dentro do governo, composto pelos social-democratas, que têm o Ministério das Finanças em suas mãos, e os conservadores da chanceler.

O grupo Lufthansa é dono da companhia aérea com o mesmo nome e possui subsidiárias na Áustria, Suíça e Bélgica. *AFP

Categorias:Economia, Internacional