Velhinhos Citroën 2cv movidos a eletricidade

Um citroën 2cv elétrico. Uma empresa do sul de França vende conjuntos de conversão dos velhinhos dois cavalos a gasolina para energia elétrica. Custam cerca de 14 mil euros, autonomia de 120 quilômetros e atingem a velocidade máxima de 90 quilômetros por hora.

“Permite-nos ter pequenos motores com o mínimo de energia elétrica, um automóvel muito interessante de se conduzir e que será mesmo melhor do que o original com o motor 602 da altura”, explica Maxime Cabanel, engenheiro projetista.

O 2cv foi lançado em 1948 e a ideia era criar um carro simples e barato. Até julho de 1999, foram vendidas mais de cinco milhões de unidades.

Hoje, os 2cv são objetos de culto com fãs em todos os cantos do planeta. Os dois cavalos podem valer até 20 mil euros, dependendo do estado. Mas há modelos como o Sahara 4, com quatro rodas motrizes, que podem ultrapassar os 100 mil euros.

As restrições ambientais em França estão apertar e o mercado para as reconversões pode ganhar terreno, como diz o presidente do Clube Méhari de Cassis, Stéphane Wimez.

“Uma vez que temos uma frota de dois cavalos que ultrapassa os 100 mil veículos, e se amanhã apenas 10 por cento dos proprietários decidirem em convertê-los… Então então teremos um mercado potencial de 10 mil 2cv elétricos”, diz.

Mas o inconfundível som do motor 2 cavalos e a conservação original dos veículos podem travar as alterações, mesmo se em França o Estado ofereça bônus ecológicos que podem ir até aos cinco mil euros. *Euronews

Categorias:Economia, Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.