Decisão do STF aumentou criminalidade no Rio

Wilson Witzel (PSC), governador do Rio de Janeiro, enviou uma manifestação ao Supremo Tribunal Federal (STF) em que culpa a Corte por suposto aumento de ações da criminalidade em favelas. 

No último dia de junho, o ministro Edson Fachin, do STF, concedeu medida cautelar para que “não se realizem operações policiais em comunidades do Rio de Janeiro durante a epidemia da covid-19”.

Nesta terça-feira (4), o plenário do Supremo formou maioria para confirmar a proibição das operações policiais.

Conforme a polícia do Rio, a decisão do STF cria uma “zona de proteção ao crime organizado”, destaca o portal UOL.

Também o governador fluminense criticou a decisão do STF, argumentando que “a restrição da atuação policial fortalece as estratégias de expansão das organizações criminosas, colocando a vida dos moradores em risco, com a ocorrência de disputas entre narcotraficantes de facções rivais, assim como permitindo o livre trânsito de milicianos armados dentro das comunidades”.

Categorias:Brasil, Segurança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.