Bolsonaro recria comissão com 15 ministérios em defesa da Amazônia

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, anunciou nesta terça-feira (11) a recriação de um conselho que reúne 15 ministérios do país para proteger a Amazônia e coibir o desmatamento. 

O decreto com a recriação da Comissão Nacional da Organização do Tratado de Cooperação Amazônica, de 2002, foi publicado no Diário Oficial da União pela Secretaria-Geral da Presidência da República. 

Mourão que participou do painel “Soluções inovadoras para a conservação e o desenvolvimento sustentável da Amazônia” em uma reunião virtual dos chefes de estado dos países que têm a floresta em seus territórios, disse que os incêndios florestais recentes mostraram ao governo que a preservação da região “ocupa um lugar especial no imaginário ambiental do mundo moderno”.

Mourão lembrou, no entanto, que os últimos dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais), de julho, mostram um desmatamento menor que o do mesmo mês do ano passado.

Segundo o vice, a nova comissão trabalhará em três pilares: proteção, conservação e desenvolvimento sustentável da Amazônia. Disse ainda que o grupo manterá uma fiscalização dura na região sem sufocar atividades econômicas.

Mourão disse que as ações para preservar a região serão financiadas por investidores, fundos e bancos, e que o protagonista do desenvolvimento sustentável na Amazônia será o setor privado, não o Estado”, destaca o site O Guardião.

Categorias:Brasil, Segurança

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.