Consulado chinês de Houston já estava no radar do FBI

O consulado da China em Houston há muito tempo está no radar do FBI como base para os esforços chineses para roubar propriedade intelectual dos EUA, disse na quarta-feira por John Demers procurador-geral assistente dos EUA para Segurança Nacional do Departamento de Justiça.

A decisão do governo dos EUA de fechar o consulado pretendia interromper “o que estávamos rastreando há algum tempo”. Ele estava ciente de 50 casos em 30 cidades diferentes dos Estados Unidos em que espionagem similar de propriedade intelectual e industrial para o benefício da China havia sido relatada recentemente. Houston era apenas a “ponta do iceberg”, disse ele.

O uso de tecnologia 5G fabricada pela gigante chinesa Huawei no desenvolvimento e construção de redes de dados e telefonia dos EUA deixaria os americanos abertos e ainda mais expostos, razão pela qual o governo Trump também lançou um “tremendo esforço” para convencer os aliados dos EUA na Europa e na Ásia a serem cautelosos e evitar a entrada de equipamentos de fabricação chinesa em suas novas redes, disse Demers.

(Reuters)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.