Vietnamita com cabelo de cinco metros diz que tem um chamado divino

 Embora as restrições devido ao coronavírus tenham feito muitos homens em todo o mundo deixarem o cabelo crescer mais do que o normal, nenhum se compara ao vietnamita Nguyen Van Chien, que passou quase 80 anos sem cortar os seus cabelos.

O homem de 92 anos da região sul do Delta do Mekong é o orgulhoso proprietário de dreadlocks de cinco metros de comprimento. “Eu acredito que se eu cortar meu cabelo eu vou morrer. Não me atrevo a mudar nada, nem mesmo a pentear ”, disse Chien à Reuters em sua aldeia a cerca de 80 quilômetros a oeste da cidade de Ho Chi Minh.

Chien, que adora nove poderes e sete deuses, acredita que foi sua vocação deixar crescer o cabelo, que ele enrola sob um turbante laranja. Ele foi obrigado a apará-lo quando estava na escola, mas saiu após a terceira série e decidiu nunca mais cortar, pentear ou lavar novamente.

Chien segue uma fé quase obsoleta conhecida como “Dua”, a religião do coco, que leva o nome de seu fundador, que afirmava ter sobrevivido apenas com cocos para manter sua vitalidade. Dua foi proibido no Vietnã e classificado como uma crença falsa.

(Reuters)