OTAN discute implicações do caso Navalny

A União Europeia e a OTAN decidiram colocar mais pressão sobre a Rússia devido ao caso de envenenamento de Alexei Navalny. Num comunicado à imprensa, Bruxelas falou de uma “tentativa de assassinato” com o agente neurotóxico “Novichok”.

“O uso de armas químicas é completamente inaceitável em quaisquer circunstâncias, constitui uma violação grave do direito internacional e dos padrões internacionais de direitos humanos”. Bruxelas também fala na possibilidade de sansões.

Na quarta-feira (2) foram pedidas explicações à Rússia e a OTAN discute esta sexta-feira as implicações do caso Navalny. O envenenamento do opositor russo é um dos temas desta reunião de última hora.

Os aliados de Alexei Navalny da Fundação Anticorrupção (FBK) exigem uma investigação transparente. A Casa Branca apelidou o envenenamento de “repreensível”, mas não culpou diretamente a Rússia. Joe Biden foi mais direto e apontou o dedo a Vladimir Putin. (Euronews)

Categorias:Internacional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.