Ex-fabricante de contêineres passa a reutilizá-los para fazer cultivo

Após uma carreira na fabricação de contêineres que transportam cargas ao redor do mundo, Arthur Lee ficou com eles na aposentadoria, usando-os para criar culturas e peixes.

Operando em um terreno baldio de 1000 metros quadrados alugado na zona rural de Yuen Long, em Hong Kong, a Fazenda MoVertical de Lee utiliza cerca de 30 contêineres desativados, algumas décadas atrás, para levantar agrião vermelho e outros vegetais locais hidroponicamente, eliminando a necessidade de solo. Alguns também são usados como lagoas para peixes de água doce.

©AP

Lee usa a mais recente tecnologia para monitorar suas plantações. O ambiente controlado dentro das caixas utiliza um sistema de gotejamento hidropônico para fornecer nutrientes, eliminar a necessidade de herbicidas e pesticidas e reduzir os riscos de pragas, animais pequenos e mau tempo. Temperatura, umidade, níveis de dióxido de carbono, misturas de nutrientes e luz podem ser monitorados e ajustados.

E se Lee perder seu contrato, ele pode carregar sua fazenda de contêineres em caminhões e movê-la para outro lugar com o mínimo de interrupção.

As fazendas de contêineres de transporte decolaram em países ao redor do mundo com climas extremamente variados, do frio congelante ao tropical, e em escalas que variam de contêineres únicos a dezenas. Muitos estão localizados em áreas urbanas onde produtos frescos podem ser facilmente entregues às lojas ou diretamente aos consumidores. Enquanto vegetais, frutas como morangos e peixes de água doce estão entre os mais populares, alguns produtores têm se voltado para criar insetos de alta proteína como um suplemento alimentar.

(AP)

Categorias:Educação e Cultura

Marcado como:,