Guerra do Iêmen muda foco para Marib, milhares de pessoas sem abrigo em risco

Na região rica em gás do Iêmen, Marib, combatentes leais ao governo saudita recitaram versos corânicos antes de lançar uma chuva de morteiros e metralhadoras em direção às montanhas rochosas, em uma tentativa desesperada de conter as forças houthi.

A algumas dezenas de quilômetros de distância, centenas de civis deslocados em campos improvisados esperavam por água, comida e remédios de grupos humanitários – um sinal adicional de que, apesar dos esforços de paz das Nações Unidas, a guerra de quase seis anos continua.

“Temos mais de 1.500 famílias neste campo e eles já se mudaram três vezes… porque os combates continuam a segui-los”, disse Mohsen Mushalla, diretor do acampamento al-Sowaida, a cerca de 15 km da cidade de Marib.

Os combates em Marib deslocaram quase um milhão de pessoas, segundo a ONU, e ameaçam cerca de 750.000 refugiados que se estabeleceram na cidade desde o início da guerra em 2014. No acampamento al-Sowaida, tendas são montadas em meio às colinas imponentes do deserto, e as crianças caminham descalça, enquanto outras bebem água diretamente de grandes cisternas brancas deixadas no calor feroz.

(Reuters)

Categorias:Mundo

Marcado como:,