Incêndios recordes na Califórnia ultrapassam 4 milhões de hectares

Em um ano que já trouxe céus apocalípticos e fumaça sufocante para a Costa Oeste, a Califórnia estabeleceu um novo recorde no domingo, quando as autoridades anunciaram que os incêndios de 2020 já queimaram um recorde de 4 milhões de hectares — em uma temporada de incêndios que está longe de acabar.

O número sem precedentes – uma área maior que o estado de Connecticut – é mais do que o dobro do recorde anterior de mais terras queimadas em um único ano na Califórnia. Até agora, na temporada histórica de incêndios deste ano, mais de 8.200 incêndios florestais na Califórnia mataram 31 pessoas e queimaram “mais de 4 milhões de hectares na Califórnia” ou 6.250 milhas quadradas, disse Cal Fire no domingo em um comunicado. As chamas destruíram mais de 8.400 construções.

O número surpreendente é mais do que o dobro do recorde de 2018 de 1,67 milhão de hectares queimados na Califórnia. Todos os grandes anos de fogo desde que Cal Fire começou a registrar números em 1933 permaneceram bem abaixo da marca de 4 milhões — “até agora”, disse a agência no domingo em um Tweet.

A enormidade dos incêndios fez com que as pessoas que viviam longe das chamas experimentassem um grau de miséria que, por si só, era sem precedentes, com qualidade do ar historicamente insalubre e fumaça tão densa que borrou os céus em toda a Califórnia e em alguns dias até apagou o sol. No mês passado, uma onda de calor implacável atingiu o estado que ajudou a alimentar os incêndios e causou tanta poluição do ar que escoou dentro de casa, levando lojas de toda a Califórnia a vender purificadores de ar.

(AP)

Categorias:Meio ambiente

Marcado como:, ,