Terceiro petroleiro iraniano atraca no porto venezuelano; Maduro promete fornecimento de combustível

O último petroleiro em uma flotilha de três petroleiros iranianos atracou no porto de Guaraguao, no leste da Venezuela, no domingo, de acordo com dados da Refinitiv Eikon e uma pessoa familiarizada com o assunto, já que o presidente Nicolás Maduro prometeu normalizar o fornecimento de combustível no país faminto por gasolina.

Os três petroleiros, que começaram a chegar na semana passada, trouxeram cerca de 820.000 barris de combustível para o país sul-americano, onde a severa escassez de gasolina – bem como o fornecimento não confiável de energia, água e gás de cozinha – levaram a uma onda de protestos no interior negligenciado nas últimas semanas.

A escassez ocorre quando a formidável rede de refino de 1,3 milhão de barris por dia (bpd) da companhia petrolífera estatal Petroleos de Venezuela entrou em colapso, embora duas refinarias tenham produzido na última semana cerca de 50.000 bpd de gasolina.

O Faxon entrou em águas venezuelanas no sábado e atracou no porto de combustível de Guaraguao, que está ligado à refinaria de Puerto La Cruz, na tarde de domingo, de acordo com a pessoa familiarizada com o assunto. Os outros petroleiros estão ancorados em refinarias nas regiões oeste e central da Venezuela.

Irã e Venezuela intensificaram a cooperação econômica este ano, à medida que os Estados Unidos aumentaram as sanções às indústrias petrolíferas dos dois países.

(Reuters)

Categorias:Américas

Marcado como:,