Argentina tem maior taxa positiva de COVID-19 do mundo

A Argentina tem a maior taxa de testes positivos do mundo COVID-19, de acordo com o rastreador ligado a Oxford Our World In Data, com quase seis em cada 10 produzindo uma infecção, um reflexo dos baixos níveis de testes e da aplicação frouxa das regras de bloqueio.

Profissionais médicos disseram que baixos níveis de testes e restrições frouxas impulsionaram a alta taxa positiva, que subiu de cerca de 40% em agosto para apenas 60% na última semana, mostra um cálculo da Reuters usando dados do Ministério da Saúde.

Em comparação, o estado de Nova York tem uma população de 20 milhões, menos da metade dos 45 milhões da Argentina, mas realiza 100.000 testes por dia, quatro vezes o número na Argentina. No estado de Nova York, a taxa positiva é um pouco mais de 1%.

O governo argentino ganhou elogios por um duro bloqueio antecipado que começou em 20 de março, mas desde então foi forçado a afrouxar as restrições para ajudar a reviver uma economia já em recessão por dois anos e à medida que os níveis de pobreza e o desemprego aumentaram.

A Argentina tem o oitavo maior número de casos de COVID-19 no mundo, e atualmente está entre os cinco primeiros para reverter a média de 7 dias de novos casos e fatalidades. A América Latina tem sido a região mais atingida do mundo em termos de casos e mortes covid-19.

(Reuters)

Categorias:Américas

Marcado como:, ,