Guedes e Maia ensaiam reaproximação após jantar em Brasília

Após desentendimentos nos últimos dias, o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), saíram de um jantar com outras autoridades nesta segunda-feira trocando elogios e pedidos de desculpas e prometendo voltar a trabalhar juntos na agenda econômica do governo.

“Quero agradecer e retribuir ao Rodrigo… neste ano trabalhamos juntos no enfrentamento da pandemia”, disse Guedes, na saída do jantar promovido na casa do ministro do Tribunal de Contas da União Bruno Dantas para tentar uma reaproximação do titular da Economia com o presidente da Câmara.

Maia, por sua vez, pediu desculpas por declarações na semana passada, quando disse ter sido indelicado e grosseiro e defendeu que a situação no Brasil requer diálogo e equilíbrio.

Em rápida declaração, Guedes disse que vai ter que haver uma aterrissagem do auxílio emergencial pago durante a pandemia e que o governo prepara um programa robusto, sem entrar em detalhes. Falou também da necessidade de um programa de criação de empregos em massa.

Em sua declaração, o presidente da Câmara destacou que, por conta da pandemia, a situação fiscal do Brasil é dramática e que existe uma unidade dentro do teto de gastos.

(Reuters)

Categorias:Brasil, Política

Marcado como:,