Testes genéticos revelam que novo bebê panda é um menino

O Zoológico Nacional do Smithsonian nos EUA confirmou que seu bebê panda de 6 semanas é um menino. A revelação de gênero foi feita em um vídeo divulgado segunda-feira pelo zoológico, onde os guardiões do panda revelaram uma tela manchada com marcas azuis que foi “pintada” pelo pai do bebê, Tian Tian.

O bebê panda ainda sem nome, nascido em 21 de agosto, recebeu um teste genético via cotonete da bochecha que confirmou seu sexo. O teste genético foi necessário porque os pandas machos e fêmeas parecem fisicamente idênticos ao exame externo.

O nascimento foi saudado como uma notícia desesperadamente necessária em meio a uma pandemia global COVID-19 que forçou o zoológico a fechar por meses. A resposta à notícia de que a mãe, Mei Xiang, estava grávida fez com que o tráfego na sempre popular panda-cam do zoológico aumentasse em 1.200%, disseram funcionários do zoológico. Quando o bebê nasceu, o trânsito foi tão alto que os espectadores estavam sendo retirados do livestream, forçando os funcionários do zoológico a aumentar a largura de banda no feed da câmera.

Foi o primeiro procedimento bem sucedido desse tipo nos EUA usando apenas esperma congelado. Mei Xiang, aos 22 anos, é o panda gigante mais antigo a dar à luz com sucesso nos Estados Unidos. O mais velho do mundo deu à luz na China aos 23 anos.

Mei Xiang tem três filhos sobreviventes, Tai Shan, Bao Bao e Bei Bei, que foram transportados para a China aos 4 anos sob um acordo com o governo chinês.

(AP)