Bolívia declara desastre natural devido a incêndios florestais, 600 famílias afetadas

A Bolívia declarou estado de desastre devido a incêndios florestais e áreas agrícolas na parte oriental do país, disse a presidente Jeanine Anez nesta quinta-feira.

Em 2019, incêndios florestais destruíram mais de 6 milhões de hectares na Amazônia boliviana. Até agora este ano, 1,1 milhão de hectares foram queimados, de acordo com o governo, enquanto a organização não governamental Friends of Nature Foundation (FAN) disse que a área destruída era duas vezes maior.

As autoridades relataram mais de 50 incêndios florestais ativos, mas o número de áreas sujeitas a riscos de fumaça e possíveis incêndios pontuais foi muito maior, principalmente devido à seca e ao uso do fogo por produtores para limpar as terras agrícolas.

“Os incêndios estão avançando, e devido aos ventos e altas temperaturas não há outra maneira de enfrentar essa crise”, disse o ministro da Defesa Fernando Lopez, reconhecendo que os esforços atuais de combate ao fogo foram insuficientes.

Os incêndios florestais afetaram mais de 600 famílias no país, embora nenhuma morte tenha sido relatada, disse Lopez.

(Reuters)