Pergaminho de Mao Zedong roubado é encontrado cortado pela metade em Hong Kong

Um pergaminho de caligrafia chinesa escrito por Mao Zedong que havia sido roubado e estimado em milhões de dólares foi encontrado em Hong Kong, informou a polícia nesta quinta-feira, após ter sido roubado da casa de um colecionador de arte em setembro.

O rolo de 2,8 metros foi cortado pela metade por ser considerado muito longo para ser exibido, disse a polícia em entrevista coletiva na quarta-feira.

O objeto foi levado em 10 de setembro, junto com selos, moedas e outras peças de caligrafia no valor total de 5 bilhões de dólares de Hong Kong (cerca de 645 milhões de dólares norte-americanos), de acordo com o superintendente sênior Tony Ho.

Memórias de Mao continuam sendo muito procuradas na China, com muitas empresas no continente tentando lucrar com a venda de itens colecionáveis da Revolução Cultural. As falsificações são comuns devido à proliferação de reproduções.

“Alguém achou que a caligrafia era muito longa… e difícil de mostrar e exibir. É por isso que foi cortada ao meio”, disse Ho.

O pergaminho foi cortado em dois para fins de armazenamento por um comprador que o levou por meros 500 dólares de Hong Kong e acreditou ser falsificado, relatou o South China Morning Post, citando uma fonte policial não identificada.

A polícia prendeu três homens pelo roubo.

(Reuters)

Categorias:Educação e Cultura

Marcado como:, ,