Rússia encontra contaminantes em rios próximos à poluição do mar no extremo leste

Órgão de proteção ambiental da Rússia, que está investigando a poluição tóxica inexplicável na costa leste do país, disse nesta quinta-feira que encontrou níveis significativamente mais altos de poluentes em rios próximos do que nas próprias águas afetadas.

Em um relatório na quinta-feira que relatou altos níveis de fosfatos, ferro e fenol em rios que entram na Baía de Avacha, no Extremo Oriente, várias vezes mais do que nas águas ao largo da costa. O Greenpeace disse que os testes não incluíam dados suficientes, já que a causa da poluição permaneceu desconhecida por muito tempo e que o inquérito oficial que estava levando um tempo considerável era preocupante.

O Comitê de Investigação, um equivalente russo do FBI dos EUA, disse que a vida marinha morta havia sido lavada na costa de 1º de setembro a 3 de outubro, e que a água do mar havia sido encontrada para conter componentes do petróleo, incluindo fenol e tinha mudado de cor.

(Reuters)

Categorias:Meio ambiente

Marcado como:, ,