Turistas se aglomeram em aeroporto de Cancún após furacão

Turistas de todo o mundo lotaram o aeroporto internacional de Cancún na quinta-feira, quebrando as normas de distanciamento social, um dia após o furacão Delta atingir o resort de praias no México e forçar evacuações em massa, fechamentos de hotéis e cancelamentos de voos.

O terminal foi invadido por milhares de turistas, bebês chorando e até cães latindo. Os painéis de partidas e chegadas mostravam pelo menos uma dúzia de voos cancelados. Mesmo depois de passar horas na fila, muitos turistas ficaram encalhados. Para Anthony Ricci, natural de Nova Jersey, de 28 anos, umas férias idílicas no Caribe se transformaram em um pesadelo. Ricci tentou voar para os Estados Unidos na terça-feira antes da chegada do furacão, mas não conseguiu um voo.

Sua partida foi alterada para quinta-feira, e ele passou dois dias em um abrigo para turistas evacuados, incapaz de contatar familiares e amigos porque seu telefone foi roubado. Outros turistas se preocuparam com a aglomeração poderia alimentar a propagação do coronavírus no México, que já registrou quase 83.000 mortes do COVID-19, o quarto mais alto do mundo.

(Reuters)

Categorias:Américas, Meio ambiente

Marcado como:, ,