Trabalhadores, indígenas e ativistas protestam na Colômbia contra maior mina de carvão a céu aberto da América Latina

Dezenas de mineradores, indígenas e ativistas protestaram nesta sexta-feira em uma região desértica e pobre do norte da Colômbia contra as políticas ambientais e trabalhistas da maior mina de carvão a céu aberto da América Latina.

Em greve desde agosto, os trabalhadores da mina Cerrejón lideraram as manifestações em diferentes municípios do departamento de La Guajira, fronteira com a Venezuela.

“Pedimos, primeramente, que a empresa se sente para dialogar com os trabalhadores e honre cada compromisso que tem com cada uma das comunidades”, disse o ativista Samuel Arregocés, 40, que participou da mobilização no município de Barrancas.

A mina é propriedade das multinacionais BHP Group, Anglo American e Glencore. Os manifestantes criticaram a contaminação ambiental e defenderam a saúde. “Há muitos trabalhadores doentes”, denunciou Arregocés.

A ONU se somou às reivindicações ambientais e pediu a suspensão das atividades da mina em 28 de setembro, alegando poluição sonora, do ar, da água e da vegetação. “Isso em época de pandemia pode ser uma ameaça mortal”, advertiu.

Segundo o órgão internacional, a população local sofre de “dores de cabeça, problemas respiratórios e de visão, tosse seca e ardência nos olhos em consequência da mineração a céu aberto realizada 24 horas por dia com maquinário pesado e explosivos”.

A Corte Constitucional ordenou em 2019 à Cerrejón e ao Estado que tomassem medidas urgentes para mitigar o dano que a exploração de carvão causou aos indígenas wayuu. Em comunicado de 6 de outubro, a Cerrejón se disse disposta a negociar para chegar a um acordo que beneficie “os trabalhadores, suas famílias e La Guajira, e que, ao mesmo tempo, garanta a sobrevivência da empresa”.

O setor mineiro energético é o principal motor das exportações colombianas. Em agosto passado, o país exportou o equivalente a 271 milhões de dólares em carvão, segundo o Departamento Administrativo de Estatística.

De acordo com a Federação Nacional de Produtores de Carvão, a Colômbia é o maior produtor do minério na América Latina. (AFP)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.