Rio Paraguai atinge nível mais baixo em meio século

O rio Paraguai atingiu seu nível mais baixo em meio século após meses de seca extrema na região, expondo a vulnerabilidade da economia paraguaia. Cerca de 85% do comércio exterior do Paraguai é realizado por meio do rio, que secou devido à falta de chuvas na área do Pantanal do estado de Mato Grosso, no Brasil. O rio flui dessa área e também atravessa a Bolívia e a Argentina.

A queda no nível da água desacelerou o tráfego de navios de carga no rio Paraguai, causando um aumento significativo nos custos do transporte de combustível, fertilizantes, alimentos e outros bens importados. A crise também expôs a precariedade do acesso do Paraguai à água potável.

O Paraguai pode enfrentar aumentos de preços maiores e escassez de combustível e outros se a situação continuar a piorar. Incêndios florestais também eclodiram em partes do país devido às condições de seca.

A queda do nível do rio Paraguai trouxe uma surpresa: uma ilhota rochosa em Assunção que os geólogos dizem fazer parte de um vulcão extinto com mais de 40 milhões de anos.

(AP)