Dinamarqueses começam a abater 2,5 milhões de minks após vírus atingir fazendas

Veterinários e agricultores dinamarqueses começaram a abater pelo menos 2,5 milhões de minks no norte da Dinamarca, informaram as autoridades nesta segunda-feira, depois que o coronavírus foi relatado em pelo menos 63 fazendas.

A Administração Veterinária e Alimentar Dinamarquesa está lidando com o abate dos animais infectados, enquanto os criadores que têm animais não infectados em uma fazenda dentro de 8 quilômetros de uma fazenda infectada devem abater os animais, disse Flemming Kure Marker, da agência governamental.

Na sexta-feira, um fazendeiro se recusou a deixar as autoridades entrarem em sua fazenda para abater os animais e um cadeado teve que ser cortado, disse o porta-voz da polícia Henrik Skals à Associated Press. No fim de semana, um punhado de manifestantes foram removidos do lado de fora de duas fazendas.

A Dinamarca está entre os maiores exportadores de mink do mundo e produz uma estimativa de 17 milhões de peles por ano. A Kopenhagen Fur, uma cooperativa de 1.500 criadores dinamarqueses, é responsável por 40% da produção global de mink. A maioria de suas exportações vão para a China e Hong Kong.

(AP)

Categorias:Curiosidades, Europa

Marcado como:, ,