Di­retor da OMS apela para que go­vernos parem de usar Lock­down

Em en­tre­vista re­cente à re­vista bri­tâ­nica The Spec­tator, o di­retor da Or­ga­ni­zação Mun­dial da Saúde (OMS) para o Covid-19, David Na­barro, disse que medidas ex­tremas de con­fi­na­mento não vão vencer a guerra contra o vírus chinês.

Nabarro foi enfático ao fazer um apelo para os lí­deres mun­diais: “parem de uti­lizar Lock­downs como fer­ra­menta prin­cipal, de­sen­volvam sis­temas me­lhores, tra­ba­lhem juntos e aprendam juntos. E lem­brem, os Lock­downs têm uma con­sequência que ja­mais deve ser su­bes­ti­mada, que é fazer os po­bres ter­ri­vel­mente mais po­bres ainda”.

“Po­demos acabar tendo pelo menos o dobro de des­nu­trição, porque as cri­anças não estão re­ce­bendo me­renda es­colar e seus pais, de fa­mí­lias po­bres, não con­se­guem com­prar. É algo ter­rível, uma ca­tás­trofe global na ver­dade”, alertou Canabarro.

Estas declarações alinham com o indicado na semana passada pelo diretor-executivo da OMS, Michael Ryan, que afirmou que o encerramento de países é uma situação a evitar porque tem consequências negativas nas populações.

É lamentável que somente após longos meses de pandemia au­to­ri­dades da OMS venha a se ma­ni­festar sobre a realidade do que está acontecendo.

Por sua vez, Te­dros Adhanom, diretor-geral da OMS, foi omisso em relação a go­ver­nantes de vá­rias na­ções que im­ple­men­taram me­didas de con­fi­na­mentos dos mais ab­surdos e to­ta­li­tá­rios contra a po­pu­lação.

Some-se a isso a fa­lência de vá­rias empresas das mais va­ri­adas atividades e in­dús­trias, cujas consequências são o en­di­vi­da­mento e a po­breza de em­pre­en­de­dores, de em­pre­gados e suas fa­mí­lias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.