Polícia detém nove pessoas por decapitação de professor de francês

Nove pessoas foram presas na sexta-feira pela decapitação de um professor francês em um subúrbio de Paris. O suspeito, morto a tiros pela polícia logo após o ataque, era um checheno de 18 anos, segundo uma fonte da AFP.

O homem suspeito de decapitar o professor que mostrou a seus alunos desenhos animados do profeta Maomé era um tchetcheno de 18 anos nascido em Moscou.

Denunciando um “ataque terrorista islâmico”, o presidente francês disse que todo o país está unido por trás de seus professores.

“Um cidadão foi assassinado hoje porque era professor e porque ensinava liberdade de expressão”, disse Macron perto da escola onde o professor foi morto.

Terroristas não vão dividir a França, o obscurantismo não vai prevalecer”, acrescentou Macron.

Nove pessoas foram detidas na sexta-feira(16)  pelo assassinato, incluindo os pais de uma criança da escola onde a professora trabalhava.

(Com informações da France24)

Categorias:Europa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.