Cientistas criam produtos de carne bovina mais saudáveis a base de plantas

Cientistas em Massachusetts conseguiram combinar células musculares de carne bovina com extratos de plantas no que eles esperam que possa produzir uma carne mais saudável, com menos agentes causadores de câncer.

A equipe da Universidade Tufts encontrou sua inspiração no arroz dourado – arroz que, desde a década de 1990, foi projetado para incluir betacaroteno.

No laboratório, eles começaram a fazer o mesmo com células musculares cultivadas, a fim de verificar se o componente normalmente encontrado em cenouras, abóbora, couve e damascos poderia ser adicionado à carne bovina.

Eles também tiveram sucesso com licopeno – encontrado em tomates, melancia e toranja rosa – e fitoeno, encontrado em pimentas, cenouras e laranjas.

Sua pesquisa é publicada na edição de novembro da revista científica Metabolic Engineering.

Andrew Stout, autor principal do estudo e estudante de doutorado em engenharia biomédica na Universidade Tufts, disse que suas descobertas foram encorajadoras.

“As vacas não têm nenhum dos genes para produzir betacaroteno”, disse ele.

“Nós projetamos células musculares de vaca para produzir este e outros fitonutrientes, o que, por sua vez, nos permite transmitir esses benefícios nutricionais diretamente a um produto de carne cultivada de uma maneira que provavelmente é inviável através de transgênicos animais e produção convencional de carne.”

Outro benefício de suas células projetadas foi a redução de compostos cancerígenos.

“Vimos uma redução nos níveis de oxidação lipídica quando cozinhamos uma pequena pelota dessas células quando elas estavam expressando e produzindo esse betacaroteno”, disse Stout.

“Como essa oxidação lipídica é uma das principais propostas mecanicistas para a ligação das carnes vermelhas e processadas a doenças como o câncer colorretal, acho que há um argumento bastante convincente a ser feito de que isso poderia potencialmente reduzir esse risco.”

Especialistas alertam que, por enquanto, a carne cultivada como a produzida pela equipe é proibitivamente cara.

“Provavelmente será um desafio para a carne cultivada ser competitiva”, disse David Kaplan, professor de engenharia da Família Stern.

(Daily Mail)

Categorias:Curiosidades

Marcado como:, ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.