Cientistas descobrem novos órgãos na cabeça humana

Um grupo de cientistas anunciou esta semana uma nova descoberta chocante: órgãos extras na cabeça do ser humano. De acordo com um novo estudo da revista Radioterapia e Oncologia, pesquisadores descobriram um novo conjunto de glândulas salivares, com cerca de 1,5 polegadas de comprimento, atrás do nariz.

Acredita-se que as novas glândulas salivares tubarial lubrifiquem e umedeiem a área da garganta atrás do nariz e da boca e sejam encontradas onde a cavidade nasal encontra a garganta.

A descoberta foi feita acidentalmente por pesquisadores do Instituto de Câncer da Holanda que estavam estudando câncer de próstata e examinando uma nova combinação de tomografias computadorizadas e petsma chamada PSMA PET-CT que eles acreditam que detecta melhor o câncer de próstata metástase do que outras técnicas de varredura.

No entanto, a proteína específica que os pesquisadores procuravam, o PSMA, que é encontrado em pacientes com câncer de próstata, também tende a ser encontrada perto do tecido da glândula salivar.

Antes dessa descoberta, pensava-se que os humanos tinham milhares de glândulas salivares microscópicas no tecido da boca e garganta, juntamente com três grandes, maiores: uma sob a língua, uma sob a mandíbula e atrás das orelhas. As novas glândulas representam um quarto grande conjunto de glândulas salivares.

Além das atualizações que serão necessárias para os livros didáticos de anatomia, os pesquisadores também acham que a descoberta terá benefícios terapêuticos e de qualidade de vida para pacientes com câncer, uma vez que parte da radioterapia consiste em evitar as diversas áreas da boca com tratamento, uma vez que glândulas salivares danificadas podem tornar mais difícil para os pacientes comer e falar.

(Daily News)